2016

O pôr-do-sol
pela persiana

Cotidianos

Senta que lá vem estampa:

Percebi que preciso registrar nossos tempos e as questões contemporâneas através da estamparia narrativa, por isso, essa é uma nova fase em meu trabalho. Um desafio constante.

A estampa de caráter construtiva foi feita por uma técnica de contracâmbio de rapport, ao mesmo tempo em que tive como desafio desenvolver uma estampa étnica autoral: afinal, o que é uma estampa étnica?

Já ouvi por aí absurdos, apropriações culturais ou pessoas dizendo que é só “empilhar” formas geométricas. Por isso, pesquisei o retal significado sobre etnia e entendi que poderia registrar signos da minha própria cultura para a criação de uma estampa étnica.

Para isso, me inspirei em uma cena fácil de identificar: o pôr-do-sol visto pela persiana do escritório.

Uma estampa contemporânea, sobre grandes metrópolis e uma crítica aos costumes atuais. Não podemos deixar a vida passar por uma tela de 21 polegadas.